161110_icono_product_teaser Shape Shape 161110_icono_product_teaser icon-arrow-left icon-arrow-right icon-first icon-last 161110_icono_product_teaser 161110_icono_product_teaser location-pin 161110_icono_product_teaser 161110_icono_product_teaser contact-desktop-white careers-desktop-white

Deutsche Bahn: receitas e lucros

"Alcançámos as nossas metas financeiras em 2017, mas ainda temos trabalho a fazer para melhorar a qualidade e a pontualidade", afirma Richard Lutz, CEO da DB AG – a DB Schenker atinge valores recorde

Com receitas recordes, maior lucro e ainda mais passageiros nos seus comboios de longa distância, a Deutsche Bahn atingiu as suas metas financeiras em 2017. "Mantivemos e cumprimos a nossa palavra. Mas esta boa exibição não pode esconder o fato de que ainda temos trabalho a fazer para melhorar a qualidade e a pontualidade", disse o Presidente do Conselho Administrativo e CEO da Deutsche Bahn, Dr. Richard Lutz, em Berlim na Conferência de Imprensa Anual sobre Resultados do Grupo relativamente a 2017.

O número de passageiros do serviço ferroviário de longa distância aumentou 3,2 milhões em comparação ao ano anterior. Mais de 142 milhões de passageiros utilizaram os comboios de longa distância da DB, representando um aumento de 2,3% em relação ao mesmo período do ano anterior (acima dos 139 milhões em 2016). Este foi o terceiro recorde consecutivo de passageiros, que não só estabeleceu um marco como também foi "uma boa notícia para a proteção ambiental", disse Lutz. O número de passageiros que utilizou comboios e autocarros DB em toda a Europa também aumentou significativamente, em 5,3%, para quase 4,7 bilhões.

O volume de transporte ferroviário de passageiros da DB aumentou como um todo. O volume de transporte na DB Regio cresceu 2,6%, para 41,9 bilhões de quilómetros passageiros. A DB Regio teve um bom desempenho em relação aos seus concorrentes em 2017, ganhando 74% do volume de transporte concedido em novos contratos de transporte regionais. A DB Long Distance viu seus quilómetros passageiros subirem 2,6%, para 40,5 bilhões.

A receita ajustada do Grupo DB subiu 5,2% para 42,7 bilhões de euros. O EBIT ajustado aumentou 10,6%, para 2,15 bilhões de euros. Em 2018, a DB espera gerar receitas de cerca de 44 bilhões de euros e um EBIT ajustado de pelo menos 2,2 bilhões de euros. A DB Long Distance e as unidades internacionais de negócios da DB foram os principais impulsionadores do crescimento financeiro do Grupo em 2017. A DB Schenker gerou receitas recordes de 16,4 bilhões de euros, enquanto a receita da DB Arriva totalizou 5,3 bilhões de euros.

A DB aumentou sua despesa de capital bruto em 954 milhões de euros, ou 10,0%, para 10,4 bilhões de euros no ano passado. Em 18,6 bilhões de euros, a dívida financeira líquida em 31 de dezembro de 2017 era de aproximadamente 1 bilhão de euros mais do que no final de 2016. Este aumento na dívida financeira líquida deveu-se ao aumento dos recursos necessários para investimentos em veículos, incluindo o ICE 4.

Centro de situação de pontualidade

A DB continua comprometida com suas metas de pontualidade para 2018 e continuará a tentar atingir o objetivo de uma taxa de 82% de precisão no transporte de longa distância. Intensificará os seus esforços para uma melhor qualidade e serviço, com medidas que incluem o aprimoramento do "Zukunft Bahn", o seu programa plurianual de melhoria de qualidade. Após a experiência positiva da DB com o centro de situação da construção que estabeleceu para melhorar a gestão da construção, a empresa montará um centro de situação adicional para fazer melhorias semelhantes relativamente à pontualidade.

O desempenho operacional na rede ferroviária alemã aumentou ligeiramente, em 0,5%. Nunca tinham viajado tantos comboios na rede ferroviária da Alemanha. As empresas ferroviárias não pertencentes ao Grupo aumentaram o seu share para 30,9%. A DB está a trabalhar com o setor para continuar a expandir a capacidade da rede ferroviária, tema no qual o seu programa Digital Rail for Germany terá um papel fundamental.

Logística e transporte de mercadorias

A DB Schenker obteve crescimento em todos os segmentos, no ano fiscal de 2017. O transporte terrestre europeu cresceu 0,8%, a logística de contratos cresceu 4,8% e os fretes aéreo e marítimo registaram os maiores aumentos, de 10,3% e 8,1%, respetivamente.

Apesar de uma queda de 2,3% no desempenho de transporte ferroviário de mercadorias em 2017, a equipa de gestão da DB está confiante de que a DB Cargo estará de volta ao caminho certo para crescer novamente no futuro. A DB pretende adquirir até 100 novas locomotivas multi-sistema e cerca de mais 4.000 vagões modernos até 2022. O novo Plano Diretor de Frete Ferroviário do governo alemão e a redução associada de tarifas de acesso são passos importantes para tornar o transporte ferroviário mais competitivo.