Devido aos impactos da pandemia do COVID-19, a DB Schenker ampliou sua rede global de voos.

43 voos semanais • Novas rotas com conexão no aeroporto de Munique • Garantindo capacidade para os clientes em um cenário desafiador

Essen/Munique, 21 de Janeiro de 2021 - Em vista da pandemia do COVID-19, a DB Schenker ampliou sua rede global de voos. Pela primeira vez na história da empresa, oferecemos voos controlados pela DB Schenker conectando a América, Europa e Ásia. Esta semana, a primeira, de duas rotas disponíveis, passará pelos três continentes partindo do aeroporto de Munique, na Alemanha. A nova oferta vem adicionando capacidade aos acordos comerciais já estabelecidos que a DB Schenker mantém com companhias aéreas parceiras. Esse aprimoramento na rede é uma reação à contínua falta de capacidade de carga nos voos de passageiros. Toda semana, os 43 voos terão capacidade de transportar o mesmo volume de cargas de 135 voos de passageiros.

Loading of the inaugural DB Schenker flight connecting three continents via Munich

Thorsten Meincke, Membro do Conselho de Administração de Frete Aéreo e Marítimo da DB Schenker, diz: “Como o cenário do mercado  aéreo ainda está longe de retomar a normalidade, decidimos criar opções novas e confiáveis ​​para o transporte das cargas de nossos clientes. Estou muito entusiasmado com nossas novas rotas via Aeroporto de Munique. Nossa rede de voos existente se tornará ainda mais forte e com maior presença global. ”

A partir desta semana, a primeira rota nova irá voar entre Chicago (RFD), via Munique, para Tóquio (NRT) e Seul (ICN) antes de voar de volta para a Alemanha e de lá novamente para os EUA. Ela será operada pela National Airlines e oferecerá uma capacidade de transporte semanalmente 400 toneladas. A segunda conexão será lançada no final de fevereiro e tem como escalas Munique para Chennai (MAA) e Chicago (RFD), com uma capacidade semanal de 300 toneladas. Ambas as rotas serão válidas por um ano para fornecer estabilidade em um cenário desafiador.

Jost Lammers, CEO e Presidente do Conselho de Administração do Aeroporto de Munique: “Estamos muito satisfeitos que DB Schenker, um dos maiores e mais importantes fornecedores de serviços de logística do mundo, tenha escolhido o Aeroporto de Munique como o hub para seus voos de carga intercontinentais entre os EUA e o Extremo Oriente. Durante a pandemia do COVID-19, infelizmente há uma grande perda de capacidade de carga devido ao número muito reduzido de voos. Isso torna o tráfego exclusivo de carga ainda mais importante para o Aeroporto de Munique. Por esta razão, o primeiro aeroporto 5 estrelas da Europa não só oferece aos passageiros uma excelente gama de serviços, mas também está no mais alto nível no manuseio de cargas. ”

No total, a DB Schenker controla uma rede global de voos que abrange quase todos os continentes. Com partidas frequentes em gateways importantes nos principais mercados, possui maior flexibilidade para entrega das mercadorias para embarque. Todas as conexões são operadas com jatos Boeing 747 e Boeing 777.

Em 2020, o número de voos controlados e comercializados pela DB Schenker atingiu um recorde. Muitas das novas conexões foram estabelecidas inicialmente para substituir voos de passageiros perdidos. Isso continua em 2021. Além disso, os produtos de suprimentos médicos continuarão a ser um importante impulsionador da demanda de capacidade aérea. Os volumes de carga aérea geral para equipamentos automotivos e bens de consumo estão aumentando enquanto prevalece a falta de capacidade. Com o portfólio de voos estendidos, a DB Schenker também cria capacidades adicionais para a demanda potencial de transporte da vacina para o combate ao COVID-19.


*******
Saiba mais sobre nossa Rede Global de Voos